Coluna Diamante

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
O nome Diamante é por conta do primeiro livro impresso no mundo, o Diamante-Sutra, sem o qual não existiria a impressão como a conhecemos hoje em dia.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Novela da Globo aborda preconceito contra ateus

http://colunadiamante.blogspot.com.br/2015/04/novela-da-globo-aborda-preconceito.html

Novela da Globo aborda preconceito contra ateus

Por: Paulo Lopes 
(jornalista)
Rafael foi expulso
da casa de Lais por
não crer em Deus
Ainda que en passant, a novela "Babilônia", da Globo, expôs a milhões de brasileiros um preconceito do qual a sociedade pouco discute. O preconceito contra ateus.


Em um recente episódio, Aderbal, interpretado por Marcos Palmeira), pergunta ao rapaz Rafael (Chay Suede), namorado de sua filha, Laís (Luisa Arraes), qual é a religião dele.



Rafael responde que não segue nenhum credo. “Eu sou ateu”, diz. 



Aderbal grita com o rapaz: "Ponha-se daqui pra fora. Você não é digno da minha filha, nunca mais ponha os pés aqui, não procure mais a Laís, nunca mais!"



Aderbal proíbe a filha de namorar o rapaz ateu.



Obviamente, nos próximos capítulos os jovens vão fazer de tudo para se encontrarem de novo, mas não se sabe se a continuidade da novela propiciará algum tipo de discussão mais aprofundado sobre a discriminação no Brasil àqueles que não acreditam em Deus.


Na vida real, em casa e nas empresas, muitas pessoas sofrem o tipo de discriminação experimentado pelo personagem Rafael, embora nem sempre com tanta dramaticidade.


"Babilônia" vem sendo bombardeada por pastores neopentecostais por causa do beijo gay que houve entre a personagem interpretada por Fernanda Montenegro e a por Nathalia Timberg. Inclusive, nota da Frente Parlamentar Evangélica chegou a afirmar que esse tipo de coisa é “estupro moral imposto pela mídia liberal”.



Agora, com um personagem da novela se assumindo como ateu, os neopentecostais têm mais um motivo para pregar que a Rede Globo quer acabar com os valores morais da família brasileira.



Até porque, antes mesmo de o episódio do confronto entre Aderbal e Rafael ir ao ar, sites evangélicos já chamavam pejorativamente de “ateus” Gilberto Braga e Ricardo Linhares, autores da novela.



Com informação de sinopse de Babilônia e outras fontes.