Coluna Diamante

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
O nome Diamante é por conta do primeiro livro impresso no mundo, o Diamante-Sutra, sem o qual não existiria a impressão como a conhecemos hoje em dia.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

IDADE MÉDIA EUROPÉIA


RESUMO

A Idade Média (496-1459 = queda do Império romano no Oriente e depois de Roma no Ocidente) não foi de todo “Idade das trevas”, pois houve criações de universidades e invenções como o moinho de vento. Medievalistas, como Jaques Le Goff, para quem a queda de Roma não significa o fim da Idade Média e sim a descoberta da América (1492) Regine Pearnaud e George Duby, são contra a divisão, em baixa, alta, e central.

Muitas tribos germânicas (milhares de tribos) foram incorporadas ao exército romano no séc. IV, mas na metade do séc. V, atacados pelos hunos, invadem Roma. Eram pastores e agricultores. Sua literatura e o direito transmitida de forma oral, suas principais artes eram trabalhos com metais, entre eles o ouro. Seu principais deuses eram Thor e Freya. Em 476 o último imperador romano é deposto, surgindo vários reinos germânicos, futuros países.

A ciência estava muito atrasada, muitas pessoas não sabiam sequer sua idade, a média de vida era 21 anos, o que aumentava a religiosidade e misticismo do povo. As casas eram frias, escuras e amontoadas.

O ano começava em meses diferentes em diversos países, o que dificultava mais ainda a contagem dos anos, a ampulheta não era precisa, nem o relógio de sol, para a medição das horas, a população em suma não dominava as letras nem os números. Por isso é que o imperador Carlos Magno, analfabeto, investe na educação de seus futuros condes para que eles administrem melhor suas terras.

No ano 800 assume Carlos Magno coroado pelo papa, filho de Pepino (“o breve”) que havia doado a Itália, tirado dos lombardos em troca do apoio papal (751); neto de Carlos Martel que derrota os muçulmanos na Gália (732) e da mesma tribo do rei Clóvis, dos Francos, que se converte ao cristianismo (496). Calos vence lombardos, avaros e saxões. Cria um movimento de preservação cultural: Renascimento carolíngio. Seus netos dividiram o Império com o tratado de Verdun (843). Depois das invasões dos vikings, muçulmanos e húngaros forma-se a sociedade feudal (1000).

Havia um grande período de regime feudal em que mais tarde, a partir do séc. XIV,estoura numa revolução de lutas contra os senhorios, isso com o advento do dinheiro e do comércio melhor estruturado.

Uma das grandes marcas desse período da História é a Peste Negra que se alastrou extraordinariamente matando cerca de 1/3 da população européia.

Outra coisa notável são as cruzadas com a ordem Templária, os melhores cruzados, que guardava os bens de seus aliados e assim enricou; mas foi destruída pelo rei Luís. Criou-se várias lendas a respeito dos templários, que tinham o objetivo de expulsar os muçulmanos.

A Inglaterra nutria imensa rivalidade com a França, entre essas nações acontece a Guerra do 100 anos (1227-1423) em que os ingleses foram por fim retirados da França, não sem antes deixa-la com cerca da metade da população morta, contudo, a Peste Negra exterminou, dessa metade, mais franceses que a própria Inglaterra.

A mulher não tinha status, todavia, com exceções com Joana D’arc que luta contra os Ingleses, a rainha Eleonor da Aquitânia que casou com dois reis e outras intelectuais.

Existiu nesse meio, a Inquisição que eliminou um sem-número de pessoas ditas hereges a mando da Igreja e alianças conturbadas entre reis e papas.

Não se pode esquecer também a arquitetura gótica que gerou imensos templos religiosos onde cidades rivalizavam pela maior igreja, com suas gárgulas e seus vitrais coloridos.

Duas visões antagônicas na Igreja são Agostinho e Tomás de Aguino. O primeiro altamente severo e voltado para a filosofia de Platão a cristianizando e o outro, inspirados nos estudos de Aristóteles, tenta conciliar razão e fé, surgindo a Escolástica.

Na literatura temos a “Comédia” de Dante Alighiere a mais notável, o autor é expulso de Florença (Itália) por causa de política. Essa seria a última obra de Dante antes de sua morte com pouco mais de 60 anos, mostra nela uma profunda crise existencial e conhecimento apurado da mitologia Grega.

De lendas temos as do período aturiano, da parte do povo Celta que vai para o Reino Unido, são as lendas que rondam o guerreiro rei Artur, além de fadas, duendes, elfos, etc. Nelas são baseados os filmes e livros “Código da Vinci” de Dan Brown e “As brumas de Avalon” de Marion Zimmer Bradley. 

Aroldo Historiador
2008

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

MOURÃO CRIMINALIZA MULHERES

MOURÃO CRIMINALIZA MULHERES

O candidato a vice de Bolsonaro criminalizou as mulheres em discurso, ele diz que família com a chefe mulher gera bandidos, pondo a culpa da criminalidade diretamente nas mulheres.

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

CABO DACIOLO ACUSA CIRO DE PARTICIPAR DE UMA ORDEM INEXISTENTE

CABO DACIOLO ACUSA CIRO DE PARTICIPAR DE UMA ORDEM INEXISTENTE

Um dos ditos absurdos do debate na BAND foi essa hora onde o candidato Cabo Daciolo acusa Ciro Gomes de fazer parte de uma ordem inexistente. Inventa um nome chamado "Ursal- União da República Socialista Americana", ou seja; transformar todo o continente Americano em um país socialista.

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

A GLOBO DANDO COICE NA MULA

https://www.facebook.com/ColunaDiamante/videos/1771447702946814/
A GLOBO DANDO COICE NA MULA

A #GloboGolpista dando coice na #Mula e soltando nota onde reafirma que o #JornalOGlobo apoiou a #DitaduraMilitar, faltou dizer que a Emissora #Globo em si também apoiou e que o Jornal O Globo se desculpou mas que a emissora #RedeGlobo jamais se desculpou. Alguém poderia simplesmente ter levado capim pra #Mulanaro parar de zurrar tanto.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

quinta-feira, 26 de julho de 2018

segunda-feira, 23 de julho de 2018

"IstoÉ" DIVULGOU FOTOS FALSAS DO TRIPLEX EM 2016

"IstoÉ" DIVULGOU FOTOS FALSAS DO TRIPLEX EM 2016

A revista "IstoÉ", como denuncia Luizianne Lins, deputada federal pelo PT, produziu fakenews em 2016 ao publicar fotos falsas do triplex. Ela compara com fotos da ocupação do MTST ao triplex e mostra a diferença brutal entra a verdade e o carnaval pirotécnico que a Grande Mídia Golpista produz com profundo cinismo a fim de derrubar o maior presidente da História e impedi-lo de novamente disputar eleição; porque Lula está na frende em todas as pesquisas, ganhando de disparada.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

quarta-feira, 23 de maio de 2018

VIVER OU NÃO VIVER? A DESUMANIZAÇÃO FEITA PELO CAPITAL

VIVER OU NÃO VIVER?
A DESUMANIZAÇÃO FEITA PELO CAPITAL

Passar pela vida sem tê-la percebido? Eis aí a rotina de milhões de trabalhadores. O proletariado que, estando preso ao Sistema e fazendo parte de todas essas engrenagens, não vive, apenas sobrevive; não existe, subsiste; precisa garantir os recursos básicos para sobrevivência e para eles não é ofertado "o privilégio "da arte, do teatro, cinema, do museu, viagens; não lhes é ofertado o direito ao pensar e questionar.

Existem escolas ou modelos escolares de acordo com às classes sociais, são adaptadas à elas. Por exemplo: a escola do filho do proletário, nada mais é que uma antessala para o chão de fábrica: com suas sirenes, sua padronização, a castração das peculiaridades e criatividades, sua forma de avaliar e ensinar, seus uniformes, enfim. ..

Formam trabalhadores muito bem capacitados à operar máquinas e apertar botões mas, incapazes de fazer uma introspecção, uma reflexão, e questionar o mundo ao seu redor - deles foi extraído o senso crítico, não formam pensadores, mas sim operários.

E outros tantos milhões rastejam pela terra com fome; estes, apenas, como animais, só se lembram ou têm em si os instintos primitivos de sobrevivência: o medo, a sede, a fome, o frio, a procura por abrigo e o instinto de preservação e procriação da espécie.

Olhando para o mundo como um todo, em tempos de globalização, em tempos de ONU e direitos humanos, ainda estamos muito, mas muito, distantes de sermos vistos como civilização. Existe a ideia de civilização quando olhamos para países como a França ou países nórdicos e sob outra ótica, a civilização do Capital engendrado ou tendo sua manutenção feita graças às guerras, à rapina, aos saques, às infiltrações feitas por potências em países de terceiro mundo em ascensão com objetivos de desestabilizar a política, economia e a democracia impedindo assim seu progresso e possibilitando a usurpação do poder e de seus recursos naturais. Isso não é ser civilizado, isto é barbárie pura como nos tempos dos Vikings ou piratas.

Será que para termos um pequeno vislumbre de civilização, tenhamos que recorrer à ficção de filmes da Marvel e tomarmos como exemplo de modelo de gestão o país africano fictício de Wakanda, reino do Pantera Negra?

Jorge Azevedo
23/05/2018

sábado, 12 de maio de 2018

JOVEM GRÁVIDA É FERIDA COM TIRO NO PEITO EM ARACAJU-SERGIPE

JOVEM GRÁVIDA É FERIDA COM TIRO NO PEITO EM ARACAJU-SERGIPE

Nathanelly dos Santos (22 anos, militante do MTST) foi atingida por um tiro no peito em Aracaju-Sergipe neste 11/05/2018. Ela está grávida, a bala foi retirada e a médicos disseram que "foi sorte ela estar viva", segundo o site UOL. 

Segundo o vídeo na Mídia Ninja, outra pessoa teria sido atingida também na mesma ocasião.

Segundo Guilherme Boulos, a guarda municipal teria dado 4 disparos, dos quais um deles atingira Nathanelly, como consta em seu perfil do Twitter, postado no site do Diário do Centro do Mundo.

Poeta da Democracia
12/05/2018
Vídeo de Sérgio Farias

Fontes:



terça-feira, 8 de maio de 2018

RELAÇÕES INTERPESSOAIS

José Aroldo Gonzaga Arruda Filho 
Historiador Pós-Graduado em Gestão Escolar

Em uma das escolas públicas que trabalhei há alguns professores que se intrigaram com alguns estudantes, a maioria conta os dias para os feriados e reclama muito. 

Não havia um real comprometimento como o que eles querem demonstrar, ainda por cima a gestão se preocupa muito com a nota dos estudantes e não com o aprendizado, batiam o nível por baixo.  

A mesma escola ainda era cheia do goteiras e para ter merenda nós íamos ter que fazer um rateio; porque os professores não têm direito de comer da merenda escolar.

A verdade é que muita gente vai para sala de aula ou assume um outro cargo mesmo acima muito mais por indicação do que por vontade de realmente ser professor. Eu vejo muitos ex-piores de sala como sendo professores. 

A primeira coisa a se notar é que eles não estão fazendo algo que gostam mas visando simplesmente o dinheiro, mesmo professor não ganhando muito, mas na sociedade de hoje há uma concorrência muito grande para outros empregos e muita gente vai para a sala de aula pensando ser o mais fácil; o que acaba não sendo, por ser muito mais complexo do que simplesmente seguir o que está escrito.

A escola pública hoje tem uma obrigação de passar os estudantes de ano, isso que também é ruim e deveria ser visado o aprendizado não apenas o quanto de gente se passa ou reprova, mas o país em si quer demonstrar para fora que tem um nível de letrados maior do que realmente tem, por haver analfabetismo funcional

Por falta de uma boa base, a maioria não consegue passar do Ensino Médio; e mesmo os que fazem faculdade mais tarde têm grande dificuldade até de fazer trabalhos porque não sabem ler e compreender o que leram.

Vivemos em um tempo de uma escola pública de faz de conta e o principal problema é essa coisa de passar de ano o estudante sem saber de nada. A insubordinação cresce se o estudante nota que terá várias chances de recuperação quando só decora para o dia da prova e esquece depois. 

O próprio modelo em si de escola pública deveria ser revisado e ter um maior repasse da União também para que não existam mais escolas com tamanha precariedade.
______________________________________________________
Trabalho de Pós-Graduação em Gestão Escolar no ano de 2016

segunda-feira, 7 de maio de 2018

IDENTIFICAÇÃO DE PROBLEMAS NA EDUCAÇÃO: FALTA DE RESPEITO ÀS REGRAS E INDISCIPLINA

https://colunadiamante.blogspot.com.br/2018/05/identificacao-de-problemas-na-educacao.html
IDENTIFICAÇÃO DE PROBLEMAS NA EDUCAÇÃO: FALTA DE RESPEITO ÀS REGRAS E INDISCIPLINA

José Aroldo Gonzaga Arruda Filho 

Historiador Pós-Graduado em Gestão Escolar

IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA: Falta de respeito às regras e indisciplina

OBJETIVO: Reverter esse problema ou diminuí-lo.

JUSTIFICATIVA: As regras são vitais tanto dentro da escola como em vários espaços da sociedade. Uma pessoa que não consegue seguir regras possivelmente será demitida muitas vezes de empregos ou simplesmente não conseguirá se adequar nunca à sociedade, lembrando que "o homem é um ser social" como dizia Aristóteles.

METODOLOGIA: Reuniões com pais, reuniões com professores, planejamento a respeito da questão e pesquisa de ações que deram certo em outras escolas.

POSSÍVEL SOLUÇÃO: A participação de todos os segmentos da comunidade escolar na elaboração das regras, sua divulgação e constante revisão. 
______________________________________________________

Trabalho de Pós-Graduação em Gestão Escolar no ano de 2016

CIÊNCIA, METODOLOGIA E CONHECIMENTO

José Aroldo Gonzaga Arruda Filho 
Historiador Pós-Graduado em Gestão Escolar

Ciência: No Grego Antigo, segundo Carl Sagan, no livro "O mundo assombrado pelos demônios", ciência significa conhecimento. Numa perspectiva atual podemos dizer que ciência é um meio empírico de buscar o conhecimento através de estudo sistemático e teste com constante revisão de conceitos.

Metodologia: Um estudo de métodos para se conhecer melhor alguma coisa.

Conhecimento: Absorção da ideia de alguma coisa através de contato físico, racional ou ideológico.

Conhecimento vulgar ou popular: Conhecimento sem aprofundamento passado de geração em geração sem o teste empírico e sistemático da ciência.

Conhecimento científico: Conhecimento que procura uma exatidão estatística com testes, empirismo e revisão de conceitos sempre que se fizer necessário.

Conhecimento Filosófico: Conhecimento através de máximas, onde há contestamento das ideias mas não teste físico, resume-se ao conceitual.

Conhecimento religioso: Na verdade, este é um falso conhecimento; pois baseia-se em acreditar em coisas irreais, irracionais e por este motivo a contestação de uma ideia pode resultar até em mortes e em guerras como no caso atual do Estado Islâmico, como no caso do Nazismo e das Cruzadas.
________________________________________
Trabalhos de Pós-Graduação em Gestão Escolar no ano de 2016

sexta-feira, 4 de maio de 2018

O OVO DA SERPENTE

O OVO DA SERPENTE

O antipetismo que foi instigado, fustigado pela Globo, revista Veja, Isto É e enfim; a grande imprensa e mídia formadora de opinião e movimentos tais como: MBL e Vem Pra Rua ou Revoltados Online - nada legítimos, diga-se de passagem, financiados por partidos e corporações tais como FIESP e grupos internacionais - fomentaram o ódio em nossa sociedade, chocaram o ovo da serpente em nosso meio e ele eclodido.

Hoje o antipetismo ganhou ares de antissemitismo nos moldes da Segunda Guerra e nasceu através dos mesmos métodos implantados na Alemanha nazista das décadas de 30 e 40: através da propaganda, explorando os meios de comunicação de massa, criando um falso sentimento de legitimidade, de patriotismo, nacionalismo exacerbado, mas - aqui no Brasil existe um diferencial: na Alemanha nazista Hitler fez uso do discurso dualista e criou um mal a ser combatido, extirpado da sociedade alemã e este mal foi personificado nos judeus - no Brasil foi empregado o mesmo método, igualzinho, com um diferencial: aqui os que se dizem patriotas são na verdade antinacionalistas porque a personificação do mal recaiu sobre legítimos brasileiros: o proletariado, o retirante nordestino, o negro, os índios, as mulheres livres, os periféricos; enfim... isto em hipótese alguma pode-se caracterizar como nacionalismo, quando batem continência para a bandeira americana e negam-se a libertarem-se dos grilhões dos yankees e ter uma economia independente e não voltar a ser quintal dos EUA. Enfim, não é patriotismo e não é nacionalismo, mas é uma espécie de neofascismo crescente nas Américas e Europa também.


No Brasil, a bola da vez é o antipetismo, o ódio cego internalizado no inconsciente coletivo pelas oligarquias que se viram ameaçadas e arquitetaram toda essa agenda de retrocessos e colou o povo contra o povo. 

Eu acho isso inédito na História, ou não; é o ovo da serpente anticomunista chocado pelos EUA durante a Guerra Fria que ainda ecoa por aqui. É a contra-revolução deles, penso eu. Posso estar errado...

Jorge Azevedo
05/05/2018

segunda-feira, 16 de abril de 2018

NÃO SEJA UM PATO! VOTO NÃO É BRINQUEDO!


NÃO SEJA UM PATO! VOTO NÃO É BRINQUEDO!

Esta lenga lenga de que "todo político é ladrão", "não existe esquerda no Brasil", "vamos anular a eleição" só serve mesmo para ajudar à extrema-direita, basta lembrar que o candidato Dória se elegeu em São Paulo com menos votos do que os votos que foram anulados para ver que é uma grande falácia.

Voto nulo também não anula eleição, e não importa se o mundo está voltado para a direita, podemos fazer o que a França fez atualmente, votar no candidato menos de direita possível. É outro exemplo claro de que o establishment pode ser domado com a força do povo unido.

O tal "voto de protesto" também não serve para nada além de eleger candidatos inúteis de extrema-direita que nada fazem pelo povo. Não caia nessa, não seja mais um pato arrebanhado pela Fiesp.

Poeta da Democracia
16/04/2018

sábado, 14 de abril de 2018

HOMENAGEM AO GRANDE LULA

HOMENAGEM AO GRANDE LULA

Fica aqui nossa singela homenagem ao maior líder político da história do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva

Músicas: Mordaça - compositores e intérpretes: Eduardo Gudin / Paulo César Pinheiro Pesadelo - Composição: Maurício Tapajós / Paulo César Pinheiro

Intérpretes no vídeo: Joyce - Álbum: Passarinho Urbano (1976) Daíra Saboia - Álbum: Flor

Voz: Chico Pinheiro

Edição: Jorge Azevedo

segunda-feira, 9 de abril de 2018

PLANO DE CARGOS E CARREIRAS DO GOVERNO FEDERAL: GESTÃO DE PESSOAS

https://colunadiamante.blogspot.com.br/2018/04/plano-de-cargos-e-carreiras-do-governo.html
PLANO DE CARGOS E CARREIRAS DO GOVERNO FEDERAL: GESTÃO DE PESSOAS
José Aroldo Gonzaga Arruda Filho 
Historiador Pós-Graduado em Gestão Escolar

Trataremos aqui do Plano de Cargos e Carreiras do Poder Executivo Federal, pelo artigo “A organização de Carreiras do Poder Executivo da Administração Pública Federal Brasileira – O papel das Carreiras Transversais” de Aldino Graef e Maria da Penha Barbosa da Cruz Carmo.

PCC em questão teve como base o decreto-Lei 200, de 1967, sendo um instrumento de reorganização dos quadros de pessoal da administração pública federal. 

Em 1970 é aprovada a Lei nº 5.645, que, segundo Santos (1996) é um marco de uma nova fase tecnicista a fim de classificar e organizar os cargos civis da União e classifica os grupos por correlação e afinidade, natureza de trabalho, nível de conhecimento, categorias funcionais, e cargos.

Apesar de esse modelo ter separado as atividades de comando administrativo das técnico-administrativas, o que deu uma flexibilidade maior sobre quem ocuparia tais cargos, não separou o comando administrativo do Estado do comando político; o que causa desmotivação devido às nomeações não ocorrerem por mérito e sim por indicação.

Isso continua se reproduzindo em todos os segmentos da administração pública com os cargos de confiança em que a confiabilidade pessoal atropela totalmente a questão da competência sendo um inquestionável meio de enorme nepotismo em que a competência de quem é contratado não é levado em conta.

Foram criadas várias segmentações de funções transversais em cada órgão como médico, enfermeiro, etc, na saúde, categorias diversas dentro da engenharia, da educação, de capacitação, etc. A Lei 5.645/ 70 foi alterada pela Lei nº6.335 de 1976 e nº6.856 de 1890 (Santos-1996) com a importância de criar atividades apenas do Estado como; Procuradoria da Fazenda (1984), Auditoria do Tesouro (1985) e Polícia Federal. Dentre todos esses a PF e o Ministério Público são os de fato mais atuantesprincipalmente após esses últimos 2 governos em que a Polícia Federal ficou de fato independente, mas atualmente os setores da atual oposição tentam tirar grande parte da verba empregada para esta, o que sem sombra de dúvidas atrapalharia nas investigações atuais da tal crise política em que vive o nosso Brasil.

relatório Rouanet (1982-ainda ditadura militar) que ajudou na reforma administrativa na redemocratização (a partir de 1986) resultou na criação de concursos públicos para cargos efetivos, meritocracia, o que é mais justo do que os meros apontamentos, mas, no fim, os apontamentos e as fraudes continuam acontecendo, tanto a nível nacional quanto estadual e municipal, inclusive nas seleções também há muita corrupção envolvida que não vai acabar tão cedo. 

A partir de 1967 com o decreto 200 há um investimentos em tecnologia e isso hoje em dia deveria aumentar mais ainda, principalmente em questão de diminuir a papelada, substituindo-a pela digitalização de documentos, o que reduziria drasticamente a burocracia e com isso aumentaria consideravelmente a eficácia e a eficiência de todo o sistema político e jurídico brasileiro. 

descentralização é uma tendência ainda na administração brasileira, o que em tese deveria reduzir a burocracia, mas no nosso caso aumenta porque é uma descentralização desenfreada de modo que muitas funções se confundem e as administrações não costumam dar continuidade ao que as anteriores iniciaram, o que é mais trágico porque isso em si já tira a eficácia de qualquer sistema.

Deveria haver um plano firme de desburocratização do sistema público brasileiro, aí sim as reformas seriam mais rápidas e as coisas poderiam ser aprimoradas continuamente.
______________________________________________________Trabalho de Pós-Graduação em Gestão Escolar no ano de 2016

domingo, 8 de abril de 2018

TEORIAS CIENTÍFICAS E PRÁTICAS SOBRE APRENDIZAGEM: DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA E DO JOVEM

https://colunadiamante.blogspot.com.br/2018/04/teorias-cientificas-e-praticas-sobre.html
TEORIAS CIENTÍFICAS E PRÁTICAS SOBRE APRENDIZAGEM: 
DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA E DO JOVEM

José Aroldo Gonzaga Arruda Filho 
Historiador Pós-Graduado em Gestão Escolar

  • TEORIAS DA APRENDIZAGEM E SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

1-Behaviorismo: Ivan Pavlov, John B. Watson, Edward Thorndike, Burrhus Frederic Skinner. 

Animismo => teoria filosófica que considera a alma como causa primária de todos os fatos intelectuais e vitais.

Behaviorismo => (do Inglês behaviour, comportamento) restrição da Psicologia ao estudo objetivo dos estímulos e reações verificadas no físico, com desprezo total dos fatos anímicos.

As principais características do Behaviorismo são: desprezar a teoria do animismo, sendo assim empirista, focar no estímulo induzido em detrimento do estímulo natural, reforço positivo e negativo, repetição e controle do ambiente para que o feed fosse melhor efetivado.

2- Teorias de transição entre behaviorismo clássico e o cognitivismo.

Cognição => aquisição de um conhecimento filosófico; conhecimento; compreensão.

Robert Gagné => abordava a parte interna da aprendizagem (autput), que é influenciada pelo ambiente externo (input). Dividia os eventos internos em fasesmotivação, apreensão, aquisição, retensão, rememoração, generalização, desempenho e retroalimentação.

Edward Tolman => focava na meta, que seria mais importante do que a recompensa. A meta deveria ser lembrada repetidas vezes aos estudantes para alçar melhores respostas.

Gestalt => "o todo é mais do que a soma de suas partes". Há uma preocupação em causar insights. Formula a Lei da Pregnância ( do Alemão Prägnanz), onde diz que o cérebro aprende por um sistema simples, simétrico e ordenado, e também por similaridade, fechamento e continuidade. Para Norwoo Russel Hanson a observação e a interpretação não podem ser separadas. Criadores da Gestalt: Max Wertheimer, Wolfgang Höhler e Kurt Koffka.

3- Teorias cognitivas => Brunner, Piaget, Asubel, Novak, Kelly e Rogers.

Jerome Bruner =>  foca em repetição (espiral) e na descoberta, mais depois revisa as próprias teorias e prega o ensino das disciplinas no contexto dos problemas sociais e diz que a melhoria na educação por ser política não resulta somente de um bom currículo.

Jean Piaget => assimilação e acomodação. Para ele a mente em equilíbrio sofre um rompimento (acomodação) e cria novos esquemas de assimilação para reequilibrar, quando ocorre então o aprendizado.

David Ausubel +> foca naquilo que o estudante já sabe (subsunçor), que seria tomado por base para o armazenamento de informações hierárquicos e não-arbitráriosuma aprendizagem significativa.

4- Teorias humanistas

Construtivismo => ação construidora; doutrina estética da época de 1920 que se opõe à escultura tradicional, usando adornos de linhas e planos envolvendo o vazio interior.

"Construtivismo é uma das correntes teóricas empenhadas em explicar como a inteligência humana se desenvolve partindo do princípio de que o desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas entre o indivíduo e o meio.

A ideia é que o homem não nasce inteligente, mas também não é passivo sob a influência do meio, isto é, ele responde aos estímulos externos agindo sobre eles para construir e organizar o seu próprio conhecimento, de forma cada vez mais elaborada.

A palavra construtivismo se refere a uma série de correntes de pensamento em diferentes áreas do conhecimento (cada uma delas não tem necessariamente relação com as outras):


Na educação, o construtivismo é uma teoria a respeito do aprendizado.

Na filosofia, o construtivismo é uma corrente surgida como uma crítica ao realismo medieval e aoracionalismo clássico.


Na história da arteliteraturapinturadesign gráfico, e da arquitetura, o construtivismo é uma tendência estética iniciada na Rússia a partir de 1919, que valoriza a construção da obra de arte em oposição à composição.

construtivismo também é uma corrente de pensamento nas ciências políticas e na teoria das relações internacionais."



Carl Rogers => Há de haver empatia entre professor e estudante para que haja crescimento pessoal. O estudante deve ser compreendido em vez de avaliado e o professor seria um facilitador.

George Kelly => foca na idiossincrasia. O conhecimento formal deveria ser apresentado como hipotético.

5- Teorias socioculturais 

Vygotsky => zona de desenvolvimento proximal, o professor atuando como mediador, direta ou indiretamente, leva o estudante a desempenhar tarefas que não eram possíveis anteriormente. O desenvolvimento mental é a parte principal da educação.

Paulo Freire => focava na hierarquia horizontal, onde estudantes e professores debateriam a partir de palavras-chave que tivessem a ver com a vivência social dos próprios estudantes, criando assim conteúdos com significado real e elevando a crítica político-social das comunidades.

6- James V. Wersche => espelha-se em Vigotsky, estendendo sua teoria sociocultural de zona de desenvolvimento proximal. Influenciado pela trans-linguística de Bakhtin e pelo dramatismo de Burke, entende o homem como "produto do meio" e "filho de sua época". Vê a ação humana como derivação do sujeito imerso em um determinado tempo, geografia, sociedade, e cultura com limitados mecanismos para efetuar tal ação. No centro da aproximação sociocultural estaria a tensão inata entre agentes e ferramentas culturais. A mediação do professor deveria ser feita de forma mais interativa, como os debates freirianos por exemplo ou o uso efetivo de aulas experimentais, onde os estudantes tivessem mais acesso a mecanismos científicos laboratoriais para um aprendizado elaborado e construído pela prática em vez de somente teoria solta e ineficaz.

  • IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM: PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS:
 Pontos negativos:

1- Segundo Luckesi a prova não dá ao estudante a chance de mostrar seu real desenvolvimento por ser uma coisa quantitativa eventual tangível.

2- O sistema público exige questões que respondam umas às outras e objetivas, perdendo-se aí a oportunidade de criar subsídios para a evolução discursiva e privando o estudante de raciocínio cognitivo analítico mais aprofundado. Assim, o sistema emburrece o cidadão.

3- O sistema avaliativo, da escola ao vestibular, inclusive ENEM, sujeitam os estudantes a uma pressão mental decoreba desnecessária que mata neurônios e não garante futuros profissionais empenhados e de qualidade nem criam engajamento nesse cada um por si.

Pontos Positivos:

1- O ideal é que o sistema avaliativo seja acoplado com outras notas além das provas, como comportamento, participação, trabalhos complementares e principalmente exercícios e cópia à mão de preferência com questões subjetivas para que os estudantes evoluam o seu poder dissertativo, de síntese e de análise mesmo que no fim a nota seja uma só é importante o professor realizar essa triagem de modo a se aproximar de uma percepção real da evolução dos estudantes e se entenda como um mediador entre os estudantes e o conhecimento. Se feito isso, será um aspecto positivo, mas o sistema pressiona para que não seja.

Atividade 2

1º Observando o ambiente escolar como você proporia a relação entre escola e família?

Aproximação entre escola e família, isso poderia se dar pela criação engajada de movimentos escolares em que a história local fosse estudada por todos. Os pais, por exemplo, poderiam ser agentes históricos como sujeitos-testemunhas da História e poderiam propor alternativas sociais que acham que seja dever da escola em debates coletivos

Também deveriam vez por outra ser convidados a assistir algumas aulas para lembrar e ter consciência de como funciona a sala de aula e poderem ver de perto as mudanças e permanências de métodos de ensino do sistema e de cada professor. 

Enfim, a interação deveria ser constante em fluxo de grande escala

2º Comentar a importância do gestor escolar na condução dos problemas no ambiente escolar

A importância do gestor é crucial no enfrentamento dos conflitos internos mas este muitas vezes também cria problemas e agrava os existentes, abusando do poder de coação ou mesmo até coagido pelas secretarias em um jogo de gato e rato onde quem perde mais sempre é o estudante.

A coisa ainda anda muito restrita ao cabresto marionetizado embebido em uma tal "liberdade" coagida por parâmetros programáticos feitos nas coxas e que nunca cabem no cronograma onde as escolas sempre têm que fazer seus malabarismos educacionais vigentes para conduzir o andar carruagem, passando vez por outra "o carro na frente dos bois".

Mesmo assim, dentro desse círculo pragmático vicioso envolto ao ciclo do circo onde somos todos palhaços, no intervalo da ribalta o gestor pode criar projetos ou aprimorar os existentes se ganhar a confiança de seu núcleo gestor que por sua vez precisa ser cativante com os discentes para que  da interação resulte uma maneira harmônica de trilhar novos caminhos, quebrando antigos parâmetros e criando novos para que o sistema educacional esteja a cada dia um pouco menos aquém do ideal.

  • VISÃO EDUCACIONAL DE VIGOTSKY

Para Vygotsky mediador é "(...) quem ajuda a criança a concretizar um desenvolvimento que ela ainda não atinge sozinha. Na escola, o professor e os colegas mais experientes são os principais mediadores."

"Ferramentas psicológicas são formações artificiais. Por sua natureza elas são sociais, não orgânicas ou individuais. elas são dirigidas para o domínio ou controle dos processos comportamentais_ dos outros e de si próprio_como os meios técnicos são dirigidos para o controle dos processos da natureza.

Podem servir como exemplo de ferramentas psicológicas e seus complexos sistemas: linguagem; vários sistemas de contagem; (...)"

"Na apropriação dos mediadores culturais está a essência do processo de desenvolvimento psíquico. Isto porque, as atividades mentais e formais de pensamento se objetivam em forma de conhecimentos sistematizados_ 'linguagem; vários sistemas de contagem; técnicas técnicas mnemônicas; sistemas de símbolos algébricos; obras de arte; escrita, esquemas, diagramas, mapas e desenhos mecânicos; todo tipo de sinais convencionais"

O mais interessante em Vygotsky é essa questão da mediação em vez da detenção do conhecimento e por isso ele inspira outros pensadores. O mediador deve conduzir o estudante aonde ele não poderia ir sozinho, levá-lo além, por isso é preciso se estreitar a zona de desenvolvimento proximal onde o desenvolvimento é a parte principal da educação.
______________________________________________________
Trabalho de Pós-Graduação em Gestão Escolar no ano de 2016