Coluna Diamante

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
O nome Diamante é por conta do primeiro livro impresso no mundo, o Diamante-Sutra, sem o qual não existiria a impressão como a conhecemos hoje em dia.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

MUÇULMANOS QUEIMAM 43 PESSOAS VIVAS NO IRAQUE

MUÇULMANOS QUEIMAM 43 PESSOAS VIVAS NO IRAQUE

Estado Islâmico queima 43 pessoas no oeste do Iraque

(Foto: AP)(Foto: AP)
O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) queimou vivos neste sábado pelo menos 43 moradores da área de Al Bagdadiya, na província de Al-Anbar, no Iraque, que tinha sido previamente controlada pelos extremistas, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Os membros do EI trancaram em uma jaula os sequestrados, em sua maioria policiais e integrantes dos Conselhos de Salvação (milícias sunitas pró-governo), antes de atear-lhes fogo, explicou a fonte.

O grupo radical havia sequestrado estas pessoas há mais de uma semana na área de Al Bagdadiya.


Leia também:


Este assassinato é similar ao ocorrido semanas atrás, quando o EI mostrou em um vídeo como queimou vivo o piloto jordaniano Moaz Kasasbeh, capturado na Síria em dezembro depois que seu avião caiu durante uma operação da coalizão internacional contra os jihadistas.

No último dia 17 de fevereiro, o EI executou e queimou mais de 40 pessoas nesta mesma região, em sua maioria membros da polícia e dos Conselhos de Salvação.

A província de Al-Anbar está em sua maioria sob o controle dos militantes radicais e Al Bagdadiya era uma das poucas cidades que se mantinha em poder do governo iraquiano.

Os Estados Unidos, que lideram a aliança internacional contra o EI, têm 300 militares na base de Ain al Assad, situada cerca de 15 quilômetros de distância de Al Bagdadiya e que sofreu nos últimos dias tentativas de ataque frustradas por parte do grupo extremista. EFE

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

GLOBO TESTA LIMITES COM DEBOCHE A EVANGÉLICOS



http://colunadiamante.blogspot.com.br/2015/02/globo-testa-limites-com-deboche.html
Globo testa limites com deboche a evangélicos
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin

Colunista do UOL

Ricardo Feltrin

Colunista do UOL

  • "Tá no Ar" cria quadro com a "Galinha Preta Convertidinha"

  • "Tá no Ar" cria quadro com a "Galinha Preta Convertidinha"
O segundo episódio da nova temporada de "Tá no Ar", na última quinta-feira (19), pode ser encarado de várias formas como um marco divisório por parte da Globo: nunca um programa da emissora debochou tanto de religiões e, especialmente, da figura dos evangélicos e seus pastores. 
O programa já havia mexido com religiões no ano passado, mas nunca de forma tão escrachada. A cena que certamente irá "causar" no mundo gospel foi o quadro da Galinha Preta Convertidinha, irmã do sucesso da primeira temporada, a Galinha Preta Pintadinha. Nesse quadro, criancinhas supostamente evangélicas estão assistindo à TV quando começa um comercial sobre o boneco da Convertidinha, agora à venda. Um pastor é representado como um pastor alemão (usando terno).
"Ir pro inferno é fogo/ A Verdade é Universal/ Cuidado com a Hora/ do Juízo Final", diz o jingle do "comercial" infantil. "Ela vai cantar bem alto no seu ouvido", continua o quadro sarcástico, enquanto as crianças imploram: "Ah, compra mãããe!!"
Então surge o pastor alemão pregando sob o tema do pintinho amarelinho. "Meu pastor é animadinho/ Canta e Dança de Montão/ De Montão/ Quando quer mais dinheirinho/ Compra um horário na televisão".
Mais direto, impossível.
Antes de mais nada, o programa mostra que a Globo segue um caminho sem volta quando realmente libera o programa de Marcelo Adnet, Marcio Melhem e Mauricio Farias para mexer com qualquer coisa, como nem mesmo no tempo de "TV Pirata". E isso está longe de ser algo ruim (lembrando sempre que este é um artigo opinativo).
No ano passado a mesma atração já havia ironizado católicos (com um rap) e os próprios umbandistas, provocando algum melindre.
A diferença, porém, está no tom, que dessa vez foi bem mais aberto (ou mais pesado). Se for para romper limites, a pergunta é se haverá, adiante, ironias tão fortes a respeito do padre Marcelo, um velho parceiro da Globo, ou mesmo sobre os sempre articulados judeus.
Afinal, é isso que há 18 anos ocorre com o desenho "South Park" (em cartaz no Comedy Central e MTV), que já ridicularizou ostensivamente a todo tipo de religião:
  • Evangélicos: Cartman decide ganhar um disco de platina, monta uma picareta banda gospel, explode de sucesso, mas fica furioso quando descobre que os evangélicos não têm disco de platina, apenas de "mirra";
  • Católicos: a cidade de South Park é alvo de um milagre, pois uma imagem da santa solta sangue pelo ânus; o papa Bento 16 conclui que uma mulher sangrar não é milagre, é algo normal; 
  • Judeus: piadas presentes em todos os episódios, já que Cartman é um assumido antissemita --embora nunca tenha se questionado, por exemplo, se seu próprio sobrenome não mostra que ele próprio provavelmente é judeu.
Apesar da subversão de "South Park", nem judeus, nem católicos ou evangélicos mundo afora jamais se organizaram de forma cabal para tentar tirar do desenho do ar, sob a acusação de blasfêmia.
No Brasil, porém, especialmente na TV, religião sempre foi tratada como um tabu.
Nesse sentido a Globo dá decididamente um passo à frente da autocensura. E não só em relação à religião. O "Tá no Ar" já tem ridicularizado outros programas e mesmo anunciantes da própria casa. 
Ontem, por exemplo, o programa abriu avisando que quem gosta de BBB não precisava se desesperar porque o reality continuava a ser exibido em outro canal.  
No passado a Globo já havia melindrado evangélicos com a polêmica série "Decadência", em 1995, que levou o bispo Edir Macedo a declarar a emissora como sua inimiga figadal. Mas, dessa vez, é humor, e não há ranço (embora muita gente possa questionar o bom gosto do humor). Como será a reação?
Em um país em que a corrupção é pornográfica, em que a moral é frouxa ao bel prazer dos interessados e onde as instituições estão em frangalhos (sem trocadilho com a galinha, han?), vai soar bem hipócrita querer acusar um programa de humor de ser o causador de todos os males.
Se o cidadão comum não é tratado nem sequer com respeito por um sistema absolutamente indecente, por que simplesmente fazer joça e causar riso poderia ser a origem da devassidão que grassa?
Mas, como este país é por vezes esquisito e muitas vezes hipócrita, o "Tá no Ar" deve causar forte reação. Especialmente se continuar a tripudiar da "sagrada religião".
Vamos ver apenas se o programa --e a Globo-- terão coragem de romper mais limites e provoquem, com o mesmo humor, interesses ainda maiores que apenas o dos evangélicos e espiritualistas. Os políticos e financeiros, por exemplo.
Ampliar


Marcelo Adnet e elenco lançam segunda temporada de "Tá no Ar" no Rio9 fotos

1 / 9
3.fev.2015 - Marcelo Adnet apresenta à imprensa a segunda temporada de "Tá no Ar", que estreia no dia 12 de fevereiro na Globo Leia mais Alex Palarea / AgNews

RICARDO FELTRIN

Ricardo Feltrin, 51, é colunista do UOL, onde apresenta o programa Ooops! às segundas. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros.
http://celebridades.uol.com.br/ooops/ultimas-noticias/2015/02/20/globo-testa-limites-com-deboche-a-evangelicos.htm#fotoNav=1

O UNIVERSO NUNCA TEVE UM INÍCIO E NEM TERÁ UM FIM

Por: BRUNO RIZZATO

Não há início nem fim, somente o meio
Ateu Poeta

O nosso Universo, de acordo com as teorias de Einstein, possui cerca de 13,8 bilhões anos de idade e foi formado a partir de um ponto infinitamente pequeno.

Enquanto a maioria das pessoas aceita este modelo, os cientistas ainda não conseguem explicar o que aconteceu dentro deste pequeno ponto ou o que veio antes dele.

Agora, dois físicos propuseram um novo modelo que acredita que o Big Bang, na verdade, nunca aconteceu e que o nosso Universo não tem começo nem fim.

"A matemática e a teoria do Big Bang, em si, se anulam por conta dos infinitos”, disse Saurya Das, professor na Universidade de Lethbridge, no Canadá, em entrevista ao Dailymail. "Em outras palavras, a teoria prevê a sua própria morte. Ela também não explica onde esse estado inicial ocorreu”, completa.

Para ajudar a resolver este problema, os cientistas combinaram teorias da relatividade geral, que descreve as forças em torno de nós através da mecânica quântica, que rege pequenos objetos. Eles começaram com equações criadas pelo físico David Bohm, que na década de 1950 tentou usar a teoria quântica no lugar da equação clássica para descrever o caminho mais curto entre dois pontos em uma superfície curva.

Então, combinando isso com uma equação feita pelo professor Amal Kumar Raychaudhuri, da Presidency University, em Calcutá, Índia, os cientistas descreveram um fluido de pequenas partículas que permeia o espaço. Este fluido é a versão quântica da gravidade, apelidada de gráviton pelo Professor Das e pelo coautor Ahmed Ali Farag, da Universidade de Benha.


Eles mostraram que, diferentemente das trajetórias clássicas - que são caminhos de partículas no futuro ou passado - as partículas quânticas podem nunca se encontrarem. "Podemos analisar que, já que diferentes pontos do Universo na verdade nunca convergiram no passado, não pode haver um começo”, disse o Professor Das. "Durará para sempre. Também não terá um fim. Em outras palavras, não há nenhuma singularidade universal”,completou.

Mas se não houve Big Bang, qual é a origem do nosso Universo? "O Universo poderia ter existido e durado para sempre. Ele poderia ter passado por ciclos, pequenos ou grandes. Ou poderia ter sido criado muito mais cedo”, explicou Das. A teoria pode também vir a explicar a origem da matéria e da energia escura.

"Nós mostramos que um gigante Bose-Einstein de grávitons pode ter se formado muito cedo, ter durado para sempre, representando tanto a matéria quanto a energia escura", disse Das.

No final de 1990, os astrônomos descobriram que a expansão do Universo está acelerando devido a presença de uma energia escura. O modelo tem o potencial para isso, uma vez que o fluido cria força constante para fora, expandindo o espaço.

A massa de gráviton poderia fazer a sua densidade de fluido ter a mesma densidade observada do Universo de matéria escura. "É gratificante notar que tais correções simples podem, potencialmente, resolver tantos problemas de uma só vez", concluiu Das.

Fonte: DailyMail Foto: Reprodução / DailyMail

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

É VERDADE OS 21 CRISTÃOS ASSASSINADOS PELO ÍSIS


(tradução pelo Google Translate)
"ÍSIS decapita 21 cristãos egípcios em uma praia"

"Vídeo acrescentado em: 2015/02/16 16:34:00 por usuário é offlineBroonSauce

Agência estatal de notícias do Egito MENA citou o porta-voz da Igreja copta como uma confirmação de que 21 cristãos egípcios acreditavam que será realizada pelo Estado Islâmico estavam mortos.

Milhares de egípcios têm viajado para a Líbia em busca de empregos desde um levante em casa em 2011, apesar dos conselhos de seu governo para não ir para um país de correr na ilegalidade.

Presidente Abdel Fattah al-Sisi chamado um período de luto de sete dias e uma reunião urgente de altos comandantes militares do Egito, informou a televisão estatal.

A Igreja copta disse que estava confiante de que o governo Cairo iria buscar justiça. Al Azhar, o centro de ensino islâmico no Egito, disse que nenhuma religião aceitaria tais atos "bárbaros".

As famílias dos trabalhadores sequestrados insistira Cairo para ajudar a assegurar a sua libertação. No sul Minya Governatorato, parentes gritou e desmaiou em cima notícia da morte de audição.

Sisi tem repetidamente manifestado preocupações sobre militantes baseados na Líbia que buscam derrubar seu governo.

Esses militantes fizeram contato com a província de Sinai, um grupo que opera a partir Península do Sinai do Egito, que mudou seu nome de Ansar al-Beyt Maqdis e prometeu lealdade ao Estado islâmico.

O grupo já matou centenas de soldados egípcios e policiais desde que o Exército derrubou o presidente islamita Mohamed Mursi em 2013 após protestos em massa contra seu governo.

Com a Líbia pego em uma luta de poder caótico entre duas facções rivais que operam seus próprios governos, autoridades ocidentais temem que militantes islâmicos estão se aproveitando da crise para fortalecer sua presença.

Uma série de grupos militantes islâmicos têm atuado desde a queda de Muammar Gaddafi em 2011 deixou a Líbia sem um governo central forte. Alguns declararam laços com o Estado islâmico radical e reivindicou ataques de grande envergadura nas últimas semanas, no que parece ser uma campanha de intensificação.

No mês passado, Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade quando pelo menos dois homens armados invadiram o Corinthia Hotel de cinco estrelas em Tripoli, matando nove pessoas, incluindo uma empresa de segurança americana e um francês.

Os receios de que a crise na vizinha Líbia poderia ter repercussões em toda a fronteira levaram o Egito para atualizar seu equipamento militar. O presidente francês, Francois Hollande disse que o Egito vai encomendar 24 aviões de combate Rafale, uma fragata naval e material militar em um acordo a ser assinado no Cairo na segunda-feira no valor de mais de 5 bilhões de euros (5.700 milhões dólares americanos)."

Fontes:



quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

TODAS AS PESSOAS DE OLHOS AZUIS DESCENDEM DO MESMO SER HUMANO

TODAS AS PESSOAS DE OLHOS AZUIS DESCENDEM DO MESMO SER HUMANO

CHARLES NISZ



Charles Nisz é jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, e UOL. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Olhos azuis correspondem a 8% da população da Terra, cerca de 600 milhões de pessoas. Uma pesquisa realizada pelo geneticista dinamarquês Hans Eiberg com DNA mitocondrial revelou um dado curioso: todas as pessoas com olhos azuis descendem do mesmo ser humano. De acordo com o estudo, uma única mutação genética transformou o olho castanho em azul.


Eiberg localizou essa mudança na coloração da íris com exatidão de tempo e espaço: esse humano de olho mutante vivia na região do Mar Negro (sul da Europa), cerca de 7 mil anos atrás. A mutação foi seguindo geração em geração e se manteve nas características humanas até os dias atuais - 300 gerações depois, segundo o site Mind Unleashed.

A descoberta pode ser a explicação para a alta concentração de olhos azuis no Velho Continente, especialmente no Leste Europeu: na Ucrânia, 53% das pessoas têm olhos azuis. Depois, a mutação se espalhou para a América do Norte e Oceania. “Uma alteração no gene OCA2, criou um ‘interruptor’, que literalmente ‘desligou’ o fenótipo de olhos castanhos”, explica Eiberg.

Geneticistas explicam que o gene OCA2 controla a produção de melanina, pigmento regulador da cor da pele, cabelos e olhos. A produção de melanina não foi totalmente bloqueada (isso causaria albinismo), criando humanos com olhos azuis. Antes dessa mutação, toda a humanidade tinha olhos escuros. Uma bela surpresa da natureza, né?

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/todas-as-pessoas-de-olhos-azuis-sao-descendentes-015351170.html

HOMEM-ARANHA É OFICIALIZADO COMO PARTE DO MARVEL STUDIOS

HOMEM-ARANHA É OFICIALIZADO COMO PARTE DO MARVEL STUDIOS
Acordo entre estúdios produzirá um novo filme do herói em 2017
NATÁLIA BRIDI

Um comunicado divulgado na madrugada desta terça oficializou o
 Homem-Aranha dentro do universo cinematográfico da Marvel. No OmeleTV ao vivo, comentamos a notícia:

O teioso aparecerá em um filme do Marvel Studios e depois a Sony Pictures lançará um novo filme do herói em 28 de julho de 2017, que será coproduzido por Kevin Feige (do Marvel Studios) e Amy Pascal (da Sony). A ideia é levar o herói em outra "direção criativa" nas telas.

A Sony continuará a ser dona dos direitos do Homem-Aranha (cuja franquia tem um valor estimado em US$ 4 bilhões), assim como financiará, distribuirá e terá a palavra final sobre qualquer filme do amigão da vizinhança. O comunicado também diz que os estúdios estão "explorando oportunidades" para integrar os personagens do Marvel Studios nos futuros filmes do Aranha. "Essa é a decisão certa para a franquia, para os negócios, para a Marvel e para os fãs", declarou Michael Lyntonpresidente da Sony Pictures.

Não há informação oficial se Andrew Garfield continua ou não no papel (a maioria especula que não), mas o comunicado oficial fala em um "novo Homem-Aranha". O Deadline afirma que Avi Arad e Matt Tolmach, os antigos produtores da franquia, continuarão envolvidos nos filmes do herói e devem ser anunciados em breve como produtores-executivos do novo longa.

Segundo a Variety, a ideia no momento é retornar o personagem ao colegial e mostrá-lo interagindo com outros alunos enquanto combate o crime. Nomes como Logan Lerman (que esteve no páreo contra Andrew Garfield ainda na época de O Espetacular Homem-Aranha) e Dylan O'Brien, protagonista de Maze Runner , já são mencionados como possíveis competidores. Ainda de acordo com a revista, a tendência é que Arad abra mão do controle criativo da franquia, em nome de outros projetos. Além de produzir um novo Popeye , ele negociou para a Sony, com a Nintendo, um filme de Mario Bros. e desenvolve franquias nos mercados chinês e japonês. Arad também estaria cansado de passar meses em Nova York, onde os filmes do Aranha são rodados.

Já fontes do Hollywood Reporter  dizem que a Sony nunca teria aceito o acordo se ainda mantivesse os direitos sobre licenciamentos do personagem (a Disney comprou esses direitos em 2011), já que um filme pode ser lucrativo por conta de bonecos e brinquedos mesmo que a arrecadação na bilheteria não seja satisfatória. O site também frisa que Arad e Tolmach não devem manter controle criativo sobre a franquia, e que a Sony agora procura um ator "muito mais jovem" para o papel do que Andrew Garfield, que hoje tem 31 anos.

O comunicado não diz em qual filme da Marvel o Homem-Aranha fará a sua estreia, mas o Marvel Studios anunciou novas datas para os seus longas até 2019: Thor: Ragnarok (3 de novembro de 2017), Pantera Negra (6 de julho de 2018), Capitã Marvel (2 de novembro de 2018) e Inumanos (12 de julho de 2019). Já o  Wall Street Journal diz que o teioso deve aparecer em Capitão América: Guerra Civil , como especulado anteriormente. Além disso, o filme do Sexteto Sinistro continuaria nos planos da Sony, mas com uma nova data de lançamento (o longa era previsto para 11 de novembro de 2016).
Leia mais sobre Homem-Aranha